Esdras Dantas, presidente da ABA, é paraninfo de novos advogados na OAB/DF

O presidente da Associação Brasileira de Advogados, Esdras Dantas, participou, hoje, como paraninfo, da solenidade de compromisso de 74 novos advogados, que foram recepcionados pelo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção do Distrito Federal, Juliano Costa Couto.
Esdras Dantas, em seu discurso, antes de dirigir-se aos novos advogados, registrou o sacrifício pessoal, familiar, profissional e de saúde realizado pelo presidente Juliano Costa Couto no decorrer do seu mandato. Destacou que o mandato do Juliano  encerraria no próximo mês de dezembro e que ele deixaria um grande legado aos advogados do Distrito Federal.  Lembrou o trabalho realizado pela Diretoria da OAB/DF, liderada pelo presidente Juliano em prol dos advogados militantes, que foi a defesa intransigente das prerrogativas profissionais, informando os inúmeros desagravos públicos realizados em favor de todos aqueles que se sentiram agravados por autoridades que insistem em vilar as prerrogativas profissionais dos advogados, lembrando que tais prerrogativas não são dos advogados, mas sim dos cidadãos que eles representam em juízo. Falou do apoio da seccional dado aos advogados públicos, sempre defendendo suas bandeiras, suas reivindicações, como, por exemplo, a luta pelo pagamento dos honorários de sucumbência aos advogados públicos: falou, ainda, do apoio dado ao advogado empregado, na melhoria de sua remuneração e de condições de trabalho. Por último, deu ênfase ao enorme apoio ao advogado iniciante, onde concede desconto de 50% no valor da anuidade daqueles com até 5 anos de inscrição na OAB/DF e das estruturas que foram construídas para atender aqueles colegas que não possuem condições de montar seus escritórios de advocacia no início da carreira.  A OAB/DF oferece, totalmente sem ônus, salas equipadas, com secretária, computador, internet, impressoras, papel, etc, serviços esses já embutidos na anuidade dos advogados.
Lembrou aos advogados compromissados a época em que viveram nas faculdades, durante o curso de Direito, os sacrifícios pessoais, de suas famílias, enaltecendo os que conseguiram a conclusão do curso e a aprovação no Exame de Ordem, destacando essas duas grandes conquistas.
Falou da importância da escolha que farão os jovens advogados, destacando que eles deverão seguir a missão para a qual for vocacionado e que não escolhessem a carreira apenas pelo salário, pois, sabe-se que muitos que agem dessa forma, que escolhem profissão apenas pelo status do cargo, poder, salário, etc, padecem, via de regra, de uma doença muito comum hoje em dia que é a depressão.
Por fim, Esdras lembrou onde está o sucesso profissional. Lembro que sucesso é sinônimo de dor, de sacrifício. Que o sucesso é acordar muito cedo e ir dormir muito tarde. Que o sucesso está escondido atrás de uma grande montanha de pedras e que é muito difícil escalá-la. Em seguida, finalizou sua fala desejando a todos muito sucesso na nova etapa profissional que se inicia e conclamou a todos para que, diariamente, observasse o que diz a oração da sabedoria, abaixo transcrita:
“Senhor,
Plantai no meu coração a semente do amor.
Transformai meus rivais em companheiros, meus companheiros em amigos e meus amigos em entes queridos.
Não me deixeis ser um cordeiro perante os fortes, e nem um leão perante os fracos.
Dai-me o sabor de saber perdoar e afastai de mim o desejo de vingança.
Iluminai meus olhos para que eu veja os meus defeitos.
Arrancai de mim o orgulho e a presunção.
Deus,
Fazei de mim um ser realmente justo.”
Antes de concluir o seu discurso, Esdras Dantas destacou a presença do advogado Vitorino Coelho, de 93 anos de idade, ainda advogado normalmente, pai do presidente Luiz Filipe Ribeiro Coelho, presentes à solenidade. Lembrou que aquela solenidade era uma imposição legal, imposta pela Lei n. 8.906/94, destinada para dar posse aos novos advogados no serviço público e função social que exercem, no seu ministério privado.
Participaram da solenidade o Membro Honorário Vitalício Luiz Filipe Ribeiro Coelho, presidente da OAB/DF no período de 1995 a 1998; o Secretário-Geral Jacques Veloso de Melo; os conselheiros seccionais Cleider Fernandes, Fernando Assis, Lúcia Bessa e Thais Riedel; a Diretora da Caixa de Assistência dos Advogados do Distrito Federal, Daniela Caetano; o presidente e da Secretária-Geral adjunta da OAB, Subseção da Ceilândia, Edmilson de Menezes e Cecília Viana de Queiroz; o presidente da OAB, Subseção de São Sebastião, Valcides José; o presidente da Subseção da OAB de Sobradinho, Márcio de Souza Oliveira; o presidente da Subseção do Guará, Gilberto Tiago Nogueira; do presidente da Comissão de Acompanhamento de Atividade Policial, Karlos Eduardo de Souza; o advogado Délio Lins e Silva Jr., ex-conselheiro da OAB/DF; a vice-presidente do Conselho Jovem da OAB/DF, Marcela Furst; o vice-presidente da Comissão de Direito Bancário, Helena Lanucci e o presidente da Comissão do Direito do Consumidor, Vinicius Fonseca.
COMPARTILHAR